CRIADO PARA A SUA EDIFICAÇÃO

Sejam bem vindos! Aqui a verdade é exposta sem maquiagem. A Bíblia é a autoridade para falar de Deus e da Sua relação com as suas criaturas.

"Os gentios, ouvindo isto, regozijavam-se e glorificavam a palavra do Senhor, e creram todos os que haviam sido destinados para a vida eterna" (Atos 13.48)

Confissão de Fé

Creio que a justificação e a salvação do homem têm como causa meritória a justiça de Cristo e o seu sacrifício perfeito. A salvação dos seres humanos caídos é pela graça de Deus somente, tem como instrumento somente a fé, tem como fim somente a glória de Deus, tendo como a única fonte da verdade e a única autoridade, em relação a esse assunto, somente as Escrituras, Antigo e Novo Testamentos, num total de 66 livros.

Creio que os “cinco Solas” são a verdade bíblica:

“Sola Scriptura”. Somente as Escrituras!
“Solus Christus”. Somente Cristo!
“Sola Gratia”. Somente a graça!
“Sola Fide”. Somente a fé!
“Soli Deo Gloria”. Somente a glória de Deus!

Creio que a salvação é, do começo ao fim, uma obra de Deus (monergismo) e que o homem nada pode fazer para cooperar com Deus para a sua própria salvação. Essa visão está claramente exposta nos chamados “cinco pontos do calvinismo”:

  • Depravação total – A queda de Adão afetou a totalidade da pessoa do homem.
  • Eleição incondicional – A eleição é baseada exclusivamente na vontade de Deus e não na presciência de fé ou obras.
  • Expiação limitada – A redenção foi obtida por Cristo para os eleitos.
  • Graça irresistível – A regeneração pelo Espírito Santo é eficaz para os eleitos.
  • Perseverança de Deus junto aos Santos – Deus vai, pela graça, completar o que Ele começou na regeneração.

Creio que a Bíblia toda, Antigo e Novo Testamentos, constitui uma unidade, que a pessoa de Jesus Cristo, Sua obra e Seu reino, constituem o tema central da Bíblia e que Jesus Cristo é o único meio de salvação em todos os tempos, tanto antes como depois da Sua primeira vinda, e, portanto, somente Ele salvou todos os eleitos em todas as eras.

Creio que a Bíblia toda tenha sido inspirada por Deus, sendo assim infalível, e que constitui a única autoridade no que se refere à genuína religião, e que Ele nos deu como diretriz com relação à fé e à conduta em todas as áreas da nossa vida.


Pesquisar este blog

A FORTALEZA CONJUGAL



A FORTALEZA CONJUGAL

O casamento é como uma casa em nossos dias, quanto mais segura melhor. Para garantir uma boa segurança ela precisa ter portas e gradeados, um cão de guarda, ser murada, ter cerca elétrica, câmera filmadora, vigia na rua e ainda assim corre o risco de ser invadida.
O que podemos fazer para termos um bom casamento? Homens e mulheres têm tentado assegurar casamentos bem sucedidos, mas não investem na segurança do casamento.  Uma casa sem proteção é alvo fácil para ladrões, assim como um casamento sem blindagem é alvo fácil para satanás.

ATITUDES PARA BLINDAR O SEU CASAMENTO

·        HONESTIDADE

Um bom casamento exige honestidade de ambos. Tanto o esposo como a esposa deverão empenhar-se em sempre falar a verdade um ao outro: “Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros.” (Efésios 4:25; Colossenses 3:9). Bons casamentos dependem da confiança e uma mentira descoberta destrói essa confiança. A esposa que descobre que seu marido mentiu para ela em um assunto imaginará que ele no futuro mentirá também sobre outros assuntos. Assim, o seu casamento ficará desguarnecido, pois a mentira dita é a semente da dúvida que, se for regada, se tornará em uma grande árvore venenosa. A desconfiança é amiga da inquietação e do ciúme.
Outra área muito perigosa para o casamento é a desonestidade financeira, chamada também de infidelidade financeira. Isso acontece quando um dos cônjuges oculta seus gastos do outro, geralmente por ser descontrolado com as suas finanças. O cônjuge que vive escondendo informação do outro está derrubando os tijolos do seu muro de segurança. Seja honesto! Construa uma fortaleza para o seu casamento.

·        FIDELIDADE SEXUAL

“Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela.” (Mateus 5:27-28).
A infidelidade conjugal é como um câncer em estado avançado ou como uma casa sem proteção. Poucas coisas destroem um casamento mais depressa do que a infidelidade sexual. Num bom casamento, cada parceiro tem não somente de se abster de atos de impureza sexual, bem como não dar ao outro causa para suspeita.
O esposo precisa evitar que seus olhos se fixem na direção de outras mulheres. Deve fugir de olhadelas em revistas e sites pornográficos e a esposa tem que ser cuidadosa para que seu comportamento diante dos homens seja puro, sem malícia. Nunca provoque ciúmes no outro, essa é uma das ilusões de satanás para enganar as pessoas, fazendo parecer prova de amor.

·        RESPEITO MÚTUO

“A esposa respeite ao marido” (Efésios 5.33). “Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações” (1Pe 3.7).
O respeito deve ser mútuo para que aja harmonia no lar. O desrespeito tira toda a beleza do casamento. Um casamento sem respeito é como a paisagem de um deserto, o que impera é a ausência de vida. Grande parte das brigas no lar é pela falta de respeito. A bíblia ensina: “maridos, amai vossa esposa e não a trateis com amargura” (Cl 3.19), ou seja, não tratá-la com aspereza, crueldade, acerbidade, acrimônia (azedume, mau humor). O respeito embeleza o casamento.

·        PACIÊNCIA

“A paciência é o lubrificante que evita que o casamento se aqueça demais quando os problemas provocam atrito entre os parceiros”. A falta de paciência, resulta em decisões insensatas, irritação e precipitação. Tiago deu bom conselho quando escreveu "Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus" (Tiago 1:19-20). A paciência é aquela qualidade que permite a uma pessoa suportar com calma e serenidade uma determinada situação que outros explodiriam rapidamente (longanimidade; Gl 5:22; Ef 4:2; Cl 3:12).
Haverá muitas ocasiões durante um casamento nas quais as coisas não serão ideais. “Sede pacientes na tribulação” (Romanos 12.12).

·        HUMILDADE

Não admitir erros é uma forma de arrogância. A arrogância é oposta ao amor, pois o amor não se ensoberbece (1 Coríntios 13:4). A arrogância não permite a "atitude servil" (João 13:1-15), por isso o arrogante tem tanta dificuldade com a gentileza e o favor aos outros.
A humildade é a qualidade que nos permite reconhecer nossa própria falibilidade, admitir nossas faltas e pedir perdão àqueles que maltratamos.
“Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós” (Cl 3:13; Ef 4:31-32). 
No decorrer de um casamento, haverá muitas oportunidades para perdoar e pedir perdão ao seu cônjuge! Ofensas não perdoadas tendem a ser como feridas abertas, inflamadas e dolorosas; elas afetam severamente a saúde da relação.

·        CRISTOCENTRICIDADE

Mantenha Cristo no centro de seu lar “em quem todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos.” (Colossenses 2.3). “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem” (Salmos 127:1). “Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas” (Provérbios 3:6). “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e mentes em Cristo Jesus” (Filipenses 4:7).
Esta é a maior regra e dela depende todas as outras. Deixe Cristo reinar em seu casamento, caso contrário satanás reinará! O real segredo da verdadeira felicidade no lar não é o incansável esforço para superar os problemas, mas sim, a união com Cristo. Corações cheios do amor de Cristo resultarão em relacionamentos sadios. O evangelho é a cura para todos os casamentos que estão cheios de ódio, amargura e decepção. O evangelho, por ser o poder de Deus, restaura milhares de casamentos por, milagrosamente, gerar o amor e a felicidade. A ignorância, ou seja, a falta de sabedoria é letal em todos os relacionamentos. E o pior ignorante é aquele que ignora a sua própria ignorância. Jesus, “em quem todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos”, pode salvar seu casamento, aceite a sua doutrina, deixe o Mestre te ensinar, ele é a salvação para o seu casamento.

Pr. Eduardo Santos 
(1ª Igreja Cristã Evangélica em Caxias-Ma).

Comentários:

Postar um comentário

PARA VER MAIS POSTAGENS CLICK NA SETA À DIREITA, LOGO ACIMA.

Envio de artigos por e-mail

Agora os artigos, escritos no próprio blog, podem ser enviados por e-mail, é só clicar no artigo desejado, descer até o final do artigo, digitar o e-mail, abaixo dessa nota, e enviar. Abençoe seus amigos divulgando-lhes artigos que os ajudarão a compreenderem as Escrituras.

Envie artigos por e-mail, em PDF

Enviar artigo em PDF para

POSTAGENS MAIS VISITADAS

SEGUIR BLOG POR E-MAIL

DIVULGUE ESTE BLOG

BannerFans.com

VÍDEOS YOU TUBE, INCLUSIVE TEOLÓGICOS

Loading...

POR QUE DEUS DECRETOU O MAL?

DEUS PAI COMO AGENTE DA SALVAÇÃO

DEUS FILHO E DEUS ESPÍRITO SANTO COMO AGENTE DA NOSSA SALVAÇÃO

MORTOS NÃO TEM LIVRE-ARBÍTRIO

A ESCRAVIDÃO DO ARBÍTRIO 1

A ESCRAVIDÃO DO ARBÍTRIO 2

A SOBERANIA X A RESPONSABILIDADE DO HOMEM

SOBERANIA DE DEUS

INERRÂNCIA DAS ESCRITURAS